rio negro

"Hoje em dia não temos mais o cantinho da fogueira na maloca para contar história...

"Hoje em dia não temos mais o cantinho da fogueira na maloca para contar história...

"Hoje em dia não temos mais o cantinho da fogueira na maloca para contar história. O tempo tá passando e a gente tem que lidar com esse tempo." Moisés Baniwa

Maloca de Itacoatiara Mirim
Foto: Rogério Assis/Revista Pororoca

chegando no rio negro....

chegando no rio negro....

"O direito ocidental não tem direito de proteger meus conhecimentos porque não tem direito ao meu conhecimento". Mike Myers, povo Seneca

Foto: Kjersti Thorkildsen

Material utilizado nas oficinas de conhecimentos tradicionais

Material utilizado nas oficinas de conhecimentos tradicionais

Pessoal estamos postando o documento que utilizamos como suporte nas Oficinas de Conhecimentos Tradicionais e Novas Tecnologias.
Espermos contar com todos entre os dias 23 e 27/03 na Oficina e no Encontro de Culturas.

Preparativos do Encontro de Culturas - participantes

Preparativos do Encontro de Culturas - participantes

Pessoas que irão participar da Oficina de Conhecimentos Tradicionais e Encontro de Culturas em São Gabriel da Cachoeira – 23 a 27/03/2009
1. Baiawi/Iauaretê
2. 1 velho Tukano do médio tiquié - Aeity
3. Adeilson Lopes da Silva - Isa
4. Adriano de Jesus - Maloca Koivathe/IPHAN
5. Alberto de Lima “Briga” - Uapui/Aiari
6. Aloisio Cabalzar - Isa
7. Alôncio Garcia - ABRIC/Pesquisa Pimenta
8. Ana Gita - Iphan
9. André Fernando - Baniwa
10. Andre Martini - Isa
11. Andreza Andrade - Isa
12. Baniwa de Itacoatiara-mirim
13. Camila - Isa
14. Cleonice Apolinário - EIBC/ Pamali

23 a 27 de Março/2009 - Encontro de Culturas em São Gabriel da Cachoeira

23 a 27 de Março/2009 - Encontro de Culturas em São Gabriel da Cachoeira

São Gabriel da Cachoeira irá sediar o primeiro encontro de culturas entre alguns povos indígenas do Rio Negro e Rio Xingu. Este evento acontecerá entre os dias 25 e 27 de março e participarão os povos Tuyuka, Baniwa, Kotiria, Tariano, Desano, Tukano do Rio Negro, e os povos Yudja e Ikpeng do Xingu.
Estes povos possuem projetos de registro das suas próprias culturas, nas quais utilizam instrumentos tecnológicos de outros povos para o registro de aspectos importantes de suas culturas.

Oficina Kotiria - terceiro dia: novas tecnologias e internet

Oficina Kotiria - terceiro dia: novas tecnologias e internet

DIA 13 – terceiro dia da Oficina
Após as apresentações sobre a evolução da tecnologia, internet e os kotiria na internet do dia anterior os participantes dividiram-se em 5 grupos para refletirem sobre duas questões:
1- Para que serve a internet?
2- O que vocês acharam do povo kotiria na internet?
3 - O que vocês acham de divulgar os dois projetos na internet?
Respostas dos grupos:
Grupo 1:

Oficina Kotiria - segundo dia: projeto PDPI, computador e internet

Oficina Kotiria - segundo dia: projeto PDPI, computador e internet

Dia 12 - Segundo dia Oficina
“Nós somos kotiria e não vamos deixar de ser por utilizar as tecnologias dos brancos” (Ediberto Teixeira)
Perguntas trabalhadas nos trabalhos em grupo:
1. Que tipos de conhecimentos são necessários para realizar esta atividade?
2. Quais desses conhecimentos poderão ser divulgados no livro, na fita K7, no CD e no DVD? E quais desses conhecimentos poderão ser guardados no banco de dados do Projeto de Documentação Lingüística?

Oficina Itacoatiara-Mirim VI - Encerramento: Duas leituras sobre as regras de direito autoral para os Baniwa

Oficina Itacoatiara-Mirim VI - Encerramento: Duas leituras sobre as regras de direito autoral para os Baniwa

QUAL A VISÃO DOS BANIWA SOBRE OS DIREITOS AUTORAIS? PROPRIETÁRIA, SOLIDÁRIA OU SIMPLESMENTE INDÍGENA?

Oficina Itacoatiara-Mirim V - Último dia pela manhã - Apresentação dos grupos sobre as regras de direito autoral

Oficina Itacoatiara-Mirim V - Último dia pela manhã - Apresentação dos grupos sobre as regras de direito autoral

No terceiro dia de oficina, as atividades foram retomadas na maloca de Itacoatiara-Mirim, com a apresentação dos três grupos formados para responder e discutir as seguintes perguntas relacionadas ao filme a ser produzido no âmbito do projeto Podáali:

1.O filme pode ser assistido?
2.Pode ser copiado?
3.Pode ser distribuído?
4.Outras pessoas podem ganhar dinheiro com o filme?
5.Outras pessoas podem criar nova obra a partir do filme?

Oficina Itacoatiara-Mirim IV - Segundo dia à tarde - Introdução ao sistema de direito autoral

Oficina Itacoatiara-Mirim IV - Segundo dia à tarde - Introdução ao sistema de direito autoral

A tarde do segundo dia foi dedicada a uma introdução aos direitos autorais. Pedro Paranaguá começou pelo conceito de propriedade para alcançar a noção de propriedade intelectual.

PROPRIEDADE
Com slides de cerca, animais e objetos variados, a explicação girou em torno de tudo o que pode ser materialmente apropriado pelo homem: