Oficina Kotiria

Oficina Kotiria

Imagem: Cachoeira em frente a comunidade Caruru-Cachoeira - Lucia Alberta (2005)

Os Kotiria (Wanano) pertencem ao grupo lingüístico tukano oriental, vivem no trecho mais encachoeirado do alto Rio Waupés na fronteira com a Colômbia. Diariamente falam a língua kotiria, mais a língua materna (a língua falada pela mãe, que pode ser a língua tukano, baniwa, etc), além do português e/ou o espanhol.

Perspectivismo: afinal, o que é isso?

Galera, colecionei trechos da wiki do Eduardo Viveiros sobre perspectivismo que ajuda a dar uma idéia da noção básica e do princípio que orienta nosso projeto.
Quem quiser ir mais fundo, http://amazone.wikia.com/wiki/Projeto_AmaZone.

AMAZONE – Introdução ao Perspectivismo - EVC

Maloca do Conhecimento, Itacoatiara Mirim

Maloca do Conhecimento, Itacoatiara Mirim

Essa maloca foi construída pela comunidade Baniwa de Itacoatiara Mirim há pouco tempo, sob o comando do Capitão Luis, maadzero. Sua construção fez parte do projeto Podaali valorização da música Baniwa.
Foto: Beto Ricardo/ISA

Oficina Podaali, segundo dia

Oficina Podaali, segundo dia

pessoal, o segundo dia da oficina Podaali, com a comunidade Baniwa de Itacoatiara Mirim, foi realizado aqui no ISA, no telecentro do GESAC, aproveitando que o telecentro possui acesso gratuito a internet.

Oficina Podaali, abertura

Oficina Podaali, abertura

Foto: Beto Ricardo/ISA

Oficina Podaali, primeiro dia

Oficina Podaali, primeiro dia

A oficina "Conhecimentos Tradicionais e Novas Tecnologias" começou no dia 04 de agosto, na comunidade Baniwa de Itacoatiara Mirim, próxima a São Gabriel da Cachoeira. Durante o primeiro dia, nós fizemos uma apresentação da equipe, e explicamos qual o objetivo do projeto = promover a discussão sobre de que forma as novas tecnologias de informação podem ser benéficas ou prejudiciais à cultura Baniwa.

Já no Rio Negro, agora os Baniwa na internet

Já no Rio Negro, agora os Baniwa na internet

pessoal, chegamos em São Gabriel da Cachoeira ontem e estamos conversando sobre o encontro que vamos fazer com os Baniwa de Itacoatiara Mirim. Baniwas também vieram desde o alto Içana para participar, especialmente o pessoal ligado à escola Pamáali.
Nesse meio tempo, fizemos uma pequena apresentação sobre os Baniwa na internet (em anexo), assim como fizemos com os Ikpeng, para animar parte do encontro destinada a discutir o potencial das novas tecnologias na vida dos povos indígenas.

Oficinas Rio Negro - Materia de apresentacao - Kotiria

Entre os dias 04/08/2008 e 16/08/2008, estaremos na região do Alto Rio Negro para realizar a primeira oficina do projeto, com os povos Kotiria (Wanano) e Baniwa. Foram anexados a primeira versão do material de apresentação, bem como o roteiro de uma sugestão de dinâmica montadas por mim e Lúcia Alberta. O público será de cerca de 60 pessoas, sendo importante dividi-los em subgrupos, o que exige uma certa coordenação entre os condutores: Fernando, Carolina, Lucia, Eduardo V. Castro, Pedro Paranaguá.
Esperamos sugestões!

Mudanças climáticas globais e comunidades indígenas

As comunidades indígenas do mundo pediram ajuda às nações ricas do G8 para participar nas conversações sobre as alterações climáticas globais, dizendo que eles contribuíram para menos, mas são as mais afetadas pelo aquecimento global.

http://www.planetark.com/dailynewsstory.cfm?newsid=49206&newsdate=07-Jul...

Indigenous Peoples’ Rights in the Aftermath of the Declaration: Self-determination and (Intellectual) Property

Please see the attached information regarding a Conference offered by Lancaster University on Indigenous Peoples' Rights: Self Determination and (Intelelctual) Property.

This event will be held at Lancaster 23 September and may be of interest to some of the blog readers.

All the best